Procure aqui…
Topo
Sem categoria

Qual é a diferença de esmalte Free e esmalte Hipoalergênico?

Você sabia que esmalte Free e esmalte hipoalergênico não são a mesma coisa? Vou te explicar direitinho a diferença nesse post!

Lembrando que alergia a esmaltes é sempre um assunto bem delicado e por isso, antes de abordar esse assunto aqui no blog ou nas redes sociais eu pesquiso muito.

Semanas atrás eu postei explicando a diferença entre esses tipos de fórmulas lá no Instagram, mas como os posts de lá “se perdem” com o tempo, resolvi trazer esse conteúdo pra cá também!

A importância de esmalte Free e esmalte Hipoalergênico!

O esmalte é uma mistura de substâncias e contém diversos componentes – cada um deles tem uma função diferente e tanto a fórmula Free quanto a fórmula Hipoalergênica não contem componentes que MAIS COSTUMAM CAUSAR ALERGIA.

Já contei em outros posts que algumas substâncias (até cancerigenas) que em outros países são proibidas, aqui no Brasil são liberadas em cosméticos. Essas substâncias costumam causar reações principalmente quando a gente tem contato com elas constantemente. As 3 principais são Tolueno, Formaldeído (o famoso “formol) e o DBP (Dibutilftalato) mas existem outras também como a Cânfora, a Resina de Formaldeído entre tantos outros.

Os esmaltes Free!

Como o próprio nome já diz, eles são “livres” de substâncias que normalmente podem causar alergia.

Nesse caso, a marca apenas substitui um dos componentes mais agressivo por outro que tenha a mesma função e seja mais “leve”.

O produto vai para o mercado e dependendo da quantidade de substâncias que a marca tirou dessa fórmula, ele recebe o nome de 3Free, 4Free, 5Free….

Os esmaltes Hipoalergênicos!

Eles também são formulados sem as substâncias potencialmente alérgicas, mas nesse caso, para um esmalte poder ir para o mercado com o título de “hipoalergênico”, ele precisa passar obrigatoriamente por uma série de testes clínicos em laboratórios especializados que seguem normas da ANVISA. Ou seja, a burocracia é maior para que ele de fato prove que tem o risco mínimo de causar alergia no consumidor.

E por que “mínimo”?

Porque ele, mesmo passando por testes de sensibilidade e eficácia, pode causar alergia. Lembre-se que quem tem alergia à esmaltes não tem alergia ao esmalte como um todo, mas sim à um (ou mais) componentes da sua fórmula!

Por isso, amigas que tem alergia, procurar um dermato pra saber qual componente te faz mal, facilita muito!

Resumindo:

A burocracia para um esmalte poder ser chamado e colocado no mercado como “hipoalergênico” é maior para que ele de fato seja mais seguro.

Na minha opinião, essa burocracia toda no caso do esmalte hipoalergênico não é besteira. É necessária!

Assim como eu vejo que no Brasil falta uma regulamentação quanto a informação sobre o tipo de fórmula dos esmaltes porque quem tem alergia sofre pra identificar os componentes. Sem contar a permissão que essas empresas ainda tem de usar determinadas substâncias nos cosméticos!

Tempos atrás eu fiz um post aqui com as principais marcas de esmaltes nacionais e a informação sobre cada tipo de fórmula! Vivo atualizando esse post e se você quiser dar uma olhada, clica aqui, mas nunca se esqueça de tentar conferir o rótulo!

Espero que vocês tenham gostado desse post e entendido a diferença de um esmalte Free para um esmalte Hipoalergênico!

«

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Quer hospedar seu blog no meu servidor?

Mande um email para blog@jakebadulake.com.br

ou clique aqui para entrar em contato!

8
0
Vou adorar saber sua opinião, por favor comente!.x
()
x